domingo, 13 de janeiro de 2013

Master na Itália

Olá pessoal, hoje vamos falar um pouco sobre educação. Sei que existem muitas pessoas que adorariam estudar no exterior e tem coisa melhor que aproveitar a cidadania italiana pra fazer um Master aqui na Itália? Esse é o meu caso. Me formei em Nutrição em dezembro de 2008, cheguei a trabalhar em um hospital no Brasil antes de vir pra Itália, mas não fiz nenhuma pós-graduação nesse período, por vários motivos resolvi esperar.

Enquanto estudávamos o processo, preparávamos tudo e estudávamos italiano eu fui atrás de preparar também a documentação para reconhecer minha profissão na Itália. A vantagem de preparar esta documentação é que também seria útil caso eu quisesse continuar os estudos por aqui. Segui as orientações do Consulado de São Paulo neste link  e fiz a declaração de valor de toda a minha vida escolar.

Neste meio tempo já fui pesquisando cursos de Master que me interessavam para avaliar a possibilidade financeira dos mesmos. Quando decidimos ficar aqui em Lucca, uni o útil ao agradável e fiz a pré-inscrição para o Master di primo livello na Università di Pisa: Nutrizione e Dietetica in Nefrologia. Tive que pagar uma taxa de 60 euros para a pré-inscrição, enviar um currículo no formato europeu em italiano com todos os comprovantes de cursos e congressos em anexo e os documentos preparados mais de um ano antes (bendita a hora que resolvi preparar estes documentos mesmo sem saber se daria certo o processo de cidadania), são eles:
- Histórico escolar da universidade com a respectiva tradução juramentada;
- Diploma universitário com a respectiva tradução juramentada;
- Declaração de valor (Dichiarazione di valore in loco") - um atestado do consulado italiano dizendo qual título italiano é equivalente ao meu titulo brasileiro e o que eu posso cursar na Itália.

Documentos enviados e o resultado dia 04/01 - APROVADA!! 

PS: Anuidade: 1500 euros divididos em 3 parcelas. Não existe diferença de preço entre cidadãos europeus e não europeus e muito mais barato que em Londres!

To muito feliz e MORRENDO de medo. No currículo eu coloquei que era cidadã italiana e coloquei também que minha língua mãe era o português, mas não me pediram nenhum certificado de italiano e nem solicitaram uma entrevista. Espero que o meu italiano seja suficiente. To pensando em gravar as aulas e depois transcrevê-las pra praticar a escrita. Bom, o curso começa dia 21 de janeiro, serão 3 vezes ao mês das 09h às 17:45. Estou muito empolgada! 

Nesse meio tempo vou continuar o processo de reconhecimento da minha profissão aqui, vou postar o passo a passo, mas aviso desde já que corresponde somente para "titolo abilitante all’esercizio di una professione sanitaria,  DIVERSA DA: medico chirurgo, medico specialista, medico veterinario, farmacista, odontoiatra". Para estas e outras profissões da área da saúde, os interessados devem entrar neste site.

Atualização 12/07/2013
Observação: Não existe o mestrado na Itália da mesma forma que existe no Brasil, o Master aqui é um curso de especialização sem valor legal no ministério da educação. Se alguém pretende fazer Doutorado na Itália tem que ter feito o Mestrado no Brasil, que será validado como laurea di secondo livello, ou então estar disposto a fazer mais dois anos de laurea magistral aqui na Itália!!!

In bocca al lupo!!

50 comentários:

  1. Olá Alice

    Teve muita espera pra fazer essa Dichiarazione di Valore? é demorada como a legalização???

    A lista de documentos para a inscrição, varia conforme a universidade ou é padrão??

    Abraços e sucesso

    ResponderExcluir
  2. Olá Maurício, não tem muita espera não. Não precisa agendar, é só ir no horário de atendimento do setor, você entrega os documentos e pega um boleto (se for o caso de pagamento, porque quem já tem inscrição comprovada em universidade não paga) e depois de uma ou duas semanas me mandaram um e-mail falando que estava pronto. Demora mais pra preparar, que precisa traduzir, mandar pro ERESP etc. Eu acho que varia conforme a universidade e o curso, você deve checar na Universidade que você quer. Eu quando procurei olhei as últimas instruções disponíveis pra saber o que pediam. Mas os documentos já tinha preparado conforme o site do consulado.

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  3. Que legal! Espero que tudo corra bem. Auguri!!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o post, Alice.
    Complimenti!
    Por favor, apenas me esclareça quanto aos documentos que deverão ser compilados antes da tradução juramentada.
    Recapitulando, basta reunir o histórico escolar da universidade e o respectivo diploma ou certificado com suas devidas traduções e legalizações antes de serem encaminhados ao Consulado??
    Não é necessário agregar a estes documentos acadêmicos a relação do conteúdo programático, então?
    (Sinceramente, espero que NÃO! :P )
    Grazie mille e in bocca al lupo per tutti noi!
    Caldo abbraccio,
    Vanessa

    ResponderExcluir
  5. Olá Vanessa, tudo bem? O conteúdo programático não precisa ser traduzido, mas precisa ser enviado ao consulado, o que precisa de tradução é aquele papel que fala sobre o conteúdo programático, quantas páginas etc. O diploma, o histórico escolar e o documento referente ao registro no órgão de classe se for o seu caso tbm precisam de tradução.

    Abraccio!!

    Alice

    ResponderExcluir
  6. Alice, mais uma pergunta, apenas para clarificar bem um ponto.
    Se apenas quero validar meus títulos universitários, também é necessário apresentar documentos referentes ao Ensino Fundamental e Ensino Médio ou basta histórico escolar, respectivo diploma e relação de conteúdos programáticos da universidade com a tradução juramentada? Lembrando que minha intenção é apenas validar os estudos universitários e não o reconhecimento da profissão na Itália. Grazie mille se puderes responder! Vanessa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vanessa, eu entendo o seguinte, se você que validar o diploma universitário para fazer uma pós na Itália, então creio que seja necessário somente os documentos universitários. Porém se você está cursando uma faculdade ai e quer transferir pra cá deve legalizar tudo. Mas o melhor que você tem a fazer é entrar em contato com o setor, eles respondem os e-mails. O caso do meu marido: ele largou a faculdade no Brasil e agora quer fazer uma faculdade aqui, ele vai ter que fazer a dichiarazione di valore do ens. médio, Ens. Fund. e do histórico escolar da faculdade que ele largou, pois os italianos estudam um ano a mais que a gente e pra poder entrar direto na faculdade aqui ele tem que comprovar que já fez pelo menos um ano de faculdade ai.

      Abraços,

      Alice

      Excluir
    2. Valeu pela tempestividade do feedback e pelas explicações, Alice. Obrigada e buon fine settimana a te!

      Excluir
  7. Olá, Alice:
    Sou Nutricionista aqui no Brasil, sou descendente de Italiano e quero muito morar na Itália com minha família. Como está sua situação no País? Não consegui entender muito bem aquela coisa de Nutricionista x Dietista, mas pude perceber que você não conseguiu ser reconhecida como nutricionista aí (mesmo assim tenho certeza de que está valendo a pena). De qualquer forma, está conseguindo trabalhar na nossa área? Tem emprego para nós aí? Entrei no site da Universidade pelo link que você postou, mas não encontrei nenhum curso como o que você fez, apenas graduação e mestrado. Conte-me um pouco de sua situação, por favor. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Tania. Eu tenho a dupla cidadania, reconhecida em outubro do ano passado. A profissão da saude que equivale a nossa aqui na Itália e em alguns outros países é a de Dietista (EUA, Inglaterra etc), ja na Suiça , por exemplo, o profissional tbm é chamado de nutricionista. Ainda não tive a minha profissão reconhecida, está em processo no Ministero della Salute. Estou fazendo este Master em Nefrologia e durante o curso conheci um professor que trabalha com IRA em Parma e entrei em contato, então no momento estou trabalhando com ele, como assistente de pesquisa, na área de nutrição em nefrologia. Estou adorando, mas por enquanto é um trabalho voluntario, somente a partir de novembro que ele vai poder me pagar alguma coisa. Vou ser sincera, trabalhar como dietista aqui é bem mais complicado do que no Brasil (estou falando dos trabalhos na área da saude como hospital e clinica, a parte da produção eu não tenho informação). Primeiro porque os hospitais são todos publicos, então so entra por concurso e dizem que os concursos são todos armados; tem pouquissimas dietistas nos hospitais e elas estão mais ligadas às refeiçoes e cozinha dietética do que aos pacientes; as dietistas aqui não tem um conselho de classe, so uma associação; ainda estão muito dependentes dos médicos, pois aqui a prescrição da dieta é trabalho do médico, a dietista deve fazer acontecer junto com o paciente; na área de nutrição artificial por exemplo, que é o que eu gosto, a gente nem aparece, dietista na UTI??? Nunca vi.... é triste. A maioria das dietistas vira profissional liberal, com consultorio, mas tbm sempre dependendo de prescrição médica, eles tem um medo aqui...até educação nutricional de gente saudável tem gente que tem medo de fazer sem prescrição. Outra coisa, meu curso no Brasil teve duração de 5 anos e aqui a duração é de 3, com possibilidade de fazer uma laurea magistral de 2 (mandatoria se uma pessoa quiser fazer doutorado), mas mesmo assim minha formação não foi reconhecida como magistral e se eu quiser fazer doutorado vou ter que fazer mais dois anos de magistral. Não existe o mestrado como existe no Brasil. Desculpe se te desanimei...
      Eu tive sorte, ainda não me pagam mas encontrei um médico que sabe o valor da dietista e logo logo espero estar com a profissão reconhecida e ajudando os pacientes, porque sinceramente, pelo que eu tenho visto no projeto que estamos fazendo, os médicos não sabem nada de nutrição no paciente critico, mas ainda assim não abrem mão de querer controlar tudo...

      Boa sorte!!
      Beijos!!

      Excluir
    2. Que triste isso!!! De qualquer forma, você acha que valeu a pena ir embora para a Itália? Como é viver aí? Esta feliz ou pretende voltar para o Brasil? Tenho muita vontade de ir embora daqui e criar meus filhos em um país melhor e mais seguro, mas tenho medo. É difícil trocar o certo pelo incerto, por pior que seja viver aqui. Obrigada por sua resposta e boa sorte no seu trabalho.
      beijos

      Excluir
    3. Olá Tania! Pra mim valeu muito a pena, não pelo trabalho, pq ainda não sei o que vai virar, mas por todo o resto. Não pensamos em voltar tão cedo pro Brasil não, pra que? Mas nosso contexto era outro, sem filhos, marido com emprego trabalhando pro Brasil de casa (ele é programador). Medo todo mundo tem, é normal, só não pode deixar o medo fazer vc tomar decisões irracionais. Criar os filhos aqui seria muito bom, pra eles e pra vcs, principalmente pela segurança. Avalie a sua situação e faça as malas, ou não :)

      Abraços!!

      Excluir
  8. Oi, Alice: Eu sei disso, e com certeza vou embora daqui um dia, pois não tem mais condições de viver nessa terra. E quer saber? Para dar uma vida melhor aos meus filhos, trabalho de qualquer coisa, não precisa nem ser na área. Só tenho que aguardar um tempo, pois tenho um filho de 3 anos, e o outro ainda está na barriga (rsrs), então acho melhor esperar mais um tempinho. Até segurar uma criança quieta dentro de avião por horas já é difícil, imagine o resto. Vou abusar um pouco mais de sua boa vontade e fazer mais 2 perguntas:
    -O que fez você escolher Lucca? Você deve ter conhecido vários lugares. Quais cidades você recomendaria que as pessoas conhecessem antes de escolher um lugar para viver?
    -Como é o clima aí? Como vivemos no Brasil, estamos acostumados com calor e praia. Sei que o Norte da Itália é frio e o Sul mais quente. Como é na região que você vive?
    Agradeço muito por suas respostas e paciência.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Tania, eu escolhi Lucca por causa do processo de cidadania. Entrei em contato com vàrios comuni e o de Lucca me pareceu entender bem do que se tratava. Mas no final das contas acabamos gostando e ficando. Pra escolher uma cidade vc tem que avaliar o que vc quer, cidade pequena/grande, turistica/nao etc.
      Agora é mega calor, como no Brasil, mas o frio é longo, começa no final de outubro e vai até abril, esse ano foi até junho.

      Abraços

      Excluir
  9. Olá Alice. Hesitei muito em escrever, pois, temos objetivos comuns, mas profissões diferentes, além da "encheção". Faço Direito, estou na reta final e gostaria de ir fazer um mestrado na Itália, já compreendi que na Itália isso é feito de forma diferente, porém, gostaria de saber como é que se faz para ganhar um título aí? O que devo fazer? Quanto tempo dura em média? O custo de um estudo desse tipo na Itália custa quanto anual ou mensal? Estava vendo nos USA, lá um mestrado é em torno de uns 50/60 mil dolores anuais. Por fim, gostaria de saber se para fazer esse estudo é necessário comprovar proficiência no Italiano ou basta ter inglês? Como você se preparou com o idioma? É difícil acompanhar, aprender o idioma estando ai? Muito obrigado desde já. Gabriela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabriela.

      No caso de Direito eu não sei exatamente se funciona igual, mas os Masters di Primo livello podem durar de 1 a 2 anos e os preços tbm dependem. Por serem cursos de especialização, normalmente não tem descontos, porém isso tbm depende. No meu caso o Master tinha duração de 1 ano e custava 1500 euros, porém o diretor do curso conseguiu um financiamento e todos nós tivemos um desconto de 750 euros e pagamos somente metade.

      Já a Magistrale, tem duração de dois anos e eu não sei como seria reconhecida no Brasil, seria bom se informar no Ministério da Educação, mas por ser a formação necessária antes do doutorado, talvez seja reconhecida como o nosso mestrado... No site da Universidade de Pisa está escrito que o valor máximo dos cursos de Laurea são 2196 euros /ano, porém dizem tbm que este valor pode ser reduzido em 1935 euros por conta da renda e o pagamento ocorre em 4 parcelas.

      Mas esses valores são só um exemplo, depende da universidade escolhida.

      Eles não me pediram nenhum comprovante de língua, talvez por eu ter cidadania italiana.

      Eu estudei italiano um pouco no Brasil antes de vir, 2 meses com um Prof particular e depois continuei estudando sozinha.

      Aqui eu melhorei bastante quando comecei a trabalhar em um restaurante.

      Eu não acho difícil de acompanhar, é tranquilo, mas cada um tem uma habilidade diferente com línguas novas.

      ABraços!!!!

      Excluir
    2. Muito obrigada pela atenção e ajuda. Vou procurar maiores informações no site das faculdades e também no Ministério da Educação. Boa sorte aí, espero conseguir também... Sucesso. Abraços

      Excluir
  10. Olá, Alice, tudo bem?
    Gostaria de te fazer uma pergunta sem relação nenhuma com cidadania, se você não se importar. Eu quero muito saber se a empresa italiana de cosméticos Ada Tina é considerada boa aí na Itália. Tenho usado os produtos desta marca há um tempão e sempre ouço falar bem, mas sabe como é aqui no Brasil, né? se você puder me falar alguma coisa agradeço.
    abraços

    ResponderExcluir
  11. Oi, Alice: estou me programando para me mudar para Itália (Reggio di Calabria) no final do ano que vem. Por isso, gostaria de saber como está o custo de vida aí. Na verdade, gostaria de saber se você sabe me dizer quanto uma pessoa precisa receber por mês aproximadamente para ter uma vida tranquila aí na Itália. Sei que não dá para me dar um valor exato, mas, baseado no seu rendimento e custos, voce consegue me dar uma base?

    Agradeço muito sua ajuda. Abraços.
    Carlos Eduardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carlos, realmente é um pouco cmplicado te dar um valor, nao sei sevc vem com família ou sozinho etc... Morar é mais caro, aluguel, luz e gás, mas comer é mais barato. Acho que no sul o aluguel é mais barato, mas nao sei valores....Se vc for sozinho e for morar em um monolocale, acredito que ganhando 1000 euros já consiga viver tranquilamente. Mas nao tome como verdade, nao conheço seus hábitos e nem como é o custo das coisas no sul, às vezes 800 resolve ou 1000 é pouco..... Pesquise um pouco os alugueis onde vc vai ,orar pra ter ujma idéia, onde moro é meio caro, mas Lucca é uma cidade turística, é cercada por um muro renascentista, muito bem conservada, então tem essas coisas que puxam o preço pra cima....

      Abraços

      Excluir
  12. Olá alice, estou me programando para fazer o Master Yacht Design do Politecnico di Milano, porém o curso é bem caro 10 mil euros (1 ano), você tem alguma dica a respeito de bolsas oferecidas para estudantes brasileiros estudarem (master) na italia?

    obrigado. abraços

    ResponderExcluir
  13. Olá João Eduardo. Cara mesmo né, o problema é esse cambio maldito....vc já tentou se iknformar no ciências sem frointeiras?? Eu não sei nada sobre isso não. Boa sorte, abracos.

    ResponderExcluir
  14. Olá Alice,adorei o seu site, parabéns pela iniciativa!
    Eu sou psicóloga e estou querendo fazer um mestrado na Itália, na área da psicologia mesmo. Então conversei com uma amiga que morou lá e ela disse que olhou o curso de mestrado em 2 universidades, mas eles exigiam que ela fizesse mais 2 anos de graduação para entrar no mestrado, pois o diploma brasileiro não é igual ao italiano. Achei terrível, ninguém merece fazer 5 anos de faculdade aqui e ter que fazer mais 2 anos lá só para entrar no mestrado neh. Toda essa brincadeira duraria pelo menos 4 anos.. rss. Você sabe me responder se é assim em toda a Itália??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Larissa, pelo que eu sei aqui na Itália não existe o Mestrado como existe no Brasil. Dá uma olhada aqui: http://www.querominhacidadania.org/2013/07/educacao-superior-na-italia.html
      é um artigo que eu escrevi sobre os estudos na Itália. Com a laurea brasileira vc tem 2 opções, ou vc faz um Master di primo livello, que não é um mestrado, é mais como uma especialização, são oferecidos por universidades, mas não permitem passar para o secondo livello. A outra opção é fazer a laurea magistrale, que são mais dois anos e depois partir pro doutorado. Mas a magistrale aqui não é como o mestrado nosso. Portanto, se vc quiser um conseho eu te diria para fazer o mestrado no Brasil e depois vir fazer o Doutorado aqui ou então venha fazer um Master, eu fiz e adorei, mas saiba que não será reconhecido como mestrado no Brasil!

      Abraços

      Excluir
  15. Parabéns Alice Você CONSEGUIU realizar um dos seus sonhos, desejo tudo de pra vocês eu Sabia que você conseguiria.
    Feliz 2014 que Deus ilumine vocês
    Abraço
    Eduardo Miquelino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eduardo!! Quanto tempo hein!! Muito obrigada, realmente, sou muito feliz por ter realizado esse sonho e as coisas só estão começando, ainda tem muito por vir.
      Obrigada pelos votos, desejo o mesmo pra vc!!

      Abraços!!

      Excluir
  16. Nossa que sorte a minha...tb moro em Lucca e sou formada em nutrição mas estou praticamente perdida e confusa em como devo fazer pra ser reconhecida aqui...ontem a noite chorei tanto...hj a primeira coisa que fiz ao acordar foi procurar relatos de brasileiros e o primeiro site foi o seu...nossa..será que vc poderia me ajudar..teria como a gente se falar, por favor?
    Desde já agradeço muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Juliana, como vai? Purtroppo faz uma semana que não moro mais em Lucca, mas aqui no blog eu conto como é o processo de reconhecimento da nossa profissão, vc deu uma olhada? Que dúvidas vc ainda tem??

      Abraços

      Excluir
  17. Nossa que bom vc me respondeu..lendo os seus posts descobri que conheço o Marcelo, fiz curso de italiano com ele ano passado na escola média a S. Anna, eu sabia que a esposa dele era nutricionista mas nunca conversei direito com ele pra saber mais detalhes..enfim...lendo seus posts me ajudou bastante a acreditar que posso conseguir,mas tenho algumas duvidas:
    1- vc não precisou mostrar o conteúdo programático de todas as disciplinas que vc estudou na faculdade não?
    2- quando vc foi a Pisa, vc já foi logo pra se inscrever no máster e ai eles te pediram esses documentos pra aprovar a sua entrada no máster, foi isso? pq vi no site da universidade que vc pode reconhecer a láurea através de uma domanda anexando vários documentos e anexando os conteúdos programáticos das disciplinas cursadas, mas acredito que por esse método seja mais difícil do que pelo método que vc descreveu no post sobre master.
    3. Outra duvida era se a minha legalização deveria ser inviada ao ministério da saúde ou aquele da Justiça(responsável pelos biólogos) mas vc fez a domanda ao ministério da saúde e deu certo neh?
    4. queria saber tb como vc fez pra traduzir os documentos, se caso vc avesse feito alguma tradução aqui na italia?
    5. em relação a essa declaração do CRN vc teria como me mandar um modelo? pq o meu conselho regional disse que nunca viu essa declaração e não sabem como fazer...aff !
    6. e vc já tem a cidadania?pq me disseram que todo esse processo so poderia ser feito se eu já fosse cidadã italiana, vc sabe dizer?

    nosssaaaa sei que estou perguntando muito, mas preciso muito dessa ajuda,vc nem sabe, já falei de vc pra tanta gente, disse que vc tinha conseguido e que tinha feito ate um máster...agora vc sera a minha fonte de inspiração pra não desistir em meio a tantttttaaaaa burocracia.
    obrigada!!
    abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Juliana, primeiro de tudo vamos separar as coisas. Uma coisa é reconhecer a graduação para poder continuar os estudos aqui na Itália e isso é grátis no Consulado, outra coisa é reconhecer a graduação para poder trabalhar como Nutricionista aqui e isso é pago no consulado. Como eu já tinha interesse em ficar de vez na Itália eu fiz o processo pago no consulado, que são os mesmos documentos.

      1. No processo de reconhecimento da profissão no ministério da saúde eles não me pediram o conteúdo programático, então eu não fiz a tradução deste documento. Eu mandei tudo, menos ele e esperei pra ver se me pediam, mas não pediram.
      2. Quando eu me inscrevi em Pisa, pela internet, eles pediram pra mandar os documentos específicos via correio (diploma, histórico escolar, dichiarazione di valore, acho que foram só esses). Eu já havia feito a parte consular no Brasil um ano antes.
      3. Para o reconhecimento da profissão, como nossa profissão é da área da saúde, deve ser enviada ao ministério da saúde. Tem o link ai no blog com as instruções.
      4. Traduzi tudo no Brasil porque preparei tudo antes de vir, as únicas coisas que traduzi na Itália foram duas declarações que me pediram depois, antecedentes criminais e profissionais ( a primeira pega na PF e a segunda no CRN24h). Mas acho que vc pode fazer as traduções depois de legalizar os docs no Brasil, isso vc precisa confirmar com o consulado.
      5. De onde vc é?? Em São Paulo eu falei que precisava de uma declaração que dizia que eu estava inscrita, em dia e que continha a lei que regulamentava a profissão. Mas me mande um e-mail pedindo que te mando a minha pra vc ver.
      6. Eu tenho a cidadania, mas não ée necessário ter a cidadania pra reconhecer a profissão. Mas vc precisa ter um permesso di soggiorno válido, que autoriza que vc trabalhe. No caso de estudo, só pra fazer a inscrição na universidade vc precisa ter o permesso di soggiorno tbm.

      Boa sorte!!

      Abraços

      Excluir
  18. Olá. Tudo bem. Por favor, tenho algumas dúvidas e talvez vc possa saná-las, se possível. Fiz há alguns anos a ``Dichiarazione di Valore in loco ai fini del riconoscimento profissionale in Italia``, sendo que consta nessa declaração que eu tenho título ``Diploma universitario de primo livello``. Na época acabei não usando essa declaração e gostaria de usá-la agora. Minhas dúvidas são:
    1- Existe validade nessa declaração? Ela é de 2007.
    2- Essa declaração tbm vale como se fosse a ``Dichiarazione per motivi di studio``? Já que tbm diz que eu sou formado em curso superior e estou apto a continuar para ``secondo livello detto Mestrado``. Ou terei que fazer outra declaração só para estudar na Itália?
    3- Eu sei que essa declaração é somente uma legalização, para validar nossos documentos na Itália, e estudar lá. Estou pensando em somente obter o reconhecimento do diploma universitário para prestar concursos públicos da Itália e União Européia (já tenho a cidadania) e não queria, por enquanto, continuar os estudos. Então, mesmo assim, teria que ir até uma Universidade na Itália, com essa declaração, e pedir esse reconhecimento, equivalência, por escrito? Mesmo não querendo estudar e sim obter o reconhecimento para fins de concursos?
    4- Por fim. Vc saberia indicar, caso seja necessário realmente reconhecer o diploma numa Universidade Italiana, alguma que seja rápida e que custe menos? Ou eu posso entregar essa declaração em outro órgão italiano que não seja uma Universidade ?
    Muito obrigado!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.

      Em primeiro lugar depende da sua profissão, porque dependendo da profissão vc tem que reconhecer ela aqui na Itália, por exemplo no caso de área da saúde vc precisa reconhecer a profissão no ministério da saúde, outras profissões vc precisa ir no ministério da educação etc. Se vc pretende prestar concursos que não exijam curso superior, talvez não precise fazer mais nada. Essa declaração não tem validade e tbm vale pra estudar, os cursos que vc pode fazer com ela são: laurea magistrale ou Master di I livello.
      Vc vai ter que pesquisar o processo de reconhecimento específico pra sua profissão.

      Excluir
  19. Olá Alice pretendo validar meu diploma para trabalhar na Italia mas quero fazer primeiro o master ou especialização na Italia, enquanto me preparo para a validação. Sou dentista e não estou encontrando master de I livello, apenas de segundo, não sei se está condicionado ao meu curso que na Italia é Laurea magistrale a ciclo unico.Como sei que meu diploma provavelmente devera ser reconhecido como equivalente a laurea trienale, gostaria de saber se é possível eu fazer uma especialização aí?
    Obrigada desde já pelas informações que vc disponibiliza aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rebheca,

      Essa é uma boa pergunta e provavelmente a resposta será não. Mas o melhor que vc tem a fazer é contatar o setor de estudos do consulado e perguntar pra eles como seria reconhecido o seu diploma e como vc poderia se comportar para poder estudar: dirdidattica.sanpaolo@esteri.it
      Vc está certa, o curso de odonto aqui é laurea magistrale a ciclo unico, por isso só tem master di II livello. Vc pode fazer outro tipo de especialização, que não seja de nível universitário, mas de alguma empresa privada, precisa pesquisar pra ver se tem,

      Boa sorte. Me avise o que o consulado responder por favor para podermos compartilhar com outras pessoas.

      Alice

      Excluir
  20. Oi Alice, boa noite. Primeiramente desculpa o incômodo. Me diz uma coisa, quase 3 anos depois deste post, o que mudou na sua situação para atuar como nutricionista aí? Já tenho uma graduação que nada tem a ver na area da saúde, mas ano que vem começo minha faculdade de nutrição e quero me especializar em nutrição materno infantil, lactação e nutrição na primeira infância. Meu marido é cidadão italiano e tbm estou na saga para o reconhecimento da minha. Temos intenção de ir embora para a Europa assim que eu terminar os estudos e gostaria de saber como é vista essa questão do aleitamento materno aí na Itália? A nutricionista que aqui tem um peso grande, tem alguma participação nesse processo de incentivo à amamentação? Desde já agradeço e aguardo retorno assim que possivel. Abraços, Carol.

    ResponderExcluir
  21. Olá Alice. Mesmo lendo surge muitas dúvidas ... Enfim seu diploma foi reconhecido? Para o processo de reconhecimento em nutrição se faz tudo pelo consulado aqui no Brasil? Depois esses documentos levo na universidade? Para entrar na universidade tenho que prestar prova ou algo assim? Sou nutricionista , formada tbm em ADM e tenho pos em vigilância sanitária, gostaria de fazer algum curso de especialização, e trabalhar na área, mas tenho duvidas em fazer curso na área clinica ou UAN , gastronomia algo assim, pois aqui no Brasil trabalhei somente em UAN de hotéis. , vc sabe me dizer se eles contratam nutris em hotéis, restaurantes? Pois li que em hospitais e ou clínicas e mais complicado ... Em qual área vc acredita que seja mais facil de emprego por ai? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      Minha profissão foi reconhecida depois de dois anos e meio, em julho desse ano, após fazer a prova. Vc faz a parte do consulado aí e depois tem a parte do Ministério da Saúde aqui, tem tudo no blog. Acredito que seja mais fácil arrumar emprego em UAN, mas que eu saiba restaurantes comerciais e hotéis não têm nutricionista, somente as empresas de alimentação.

      Att,

      Alice

      Excluir
  22. Bom dia Alice, primeiramente paragens pelo site, muito legal a sua ajuda para os brasileiros. Eu sou formada em psicologia no Brasil, iniciei uma po's graduação no Brasil e tranquei e vim para a Italia. Ja tenho os documentos traduzidos e validados pelo consulado italiano no Brasil. Estou morando em Milão e quero ficar tranquila quanto ao exercício da profissão aqui. Gostaria de saber se preciso passar pelo Ministerio da saúde aqui, qual seria a outra parte do processo. Abraço Vanessa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vanessa,

      No site do Ministério da Saúde tem tudo explicadinho sobre o reconhecimento da profissão de psicólogo. http://www.salute.gov.it/portale/ministro/p4_8_0.jsp?lingua=italiano&label=servizionline&idMat=PROFS&idAmb=RTENC&idSrv=N&flag=P

      Boa sorte

      Excluir
  23. Oi Alice,

    Gostaria de saber se é possível fazer a homologação ou revalidação do diploma de DIREITO na Itália.Em contato com um tradutor juramentado de italiano me informou que é a universidade é quem determina quais são as disciplinas que deverão ser estudadas. Voçê está a par disso??

    Grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Saulo,

      Infelizmente não vou conseguir te ajudar. Não faço a menor idéia de como funcionam as coisas na sua profissão. Melhor vc contatar uma universidade aqui e perguntar, ou o ministério da educação, ou a ainda a ordem dos advogados da itália.

      Boa sorte!

      Excluir
  24. Olá Alice preciso da sua ajuda, também sou nutricionista, moro em Roma, já tenho todos os documentos de estudo legalizados, só faltam os antecedentes criminais e a declaração do concelho de nutrição. Como vc fez para traduzir e legalizar aqui na Itália? não sei onde ir, já olhei no site do consulado brasileiro mas não mostra a lista dos tradutores juramentados. Por favor se puder entra em contato comigo pelo whatsapp.
    346 4773474 Me chamo Priscila. Desde já te agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Priscila.

      Aqui não tem o tradutor juramentado, usei este site: http://www.traduzione.it/traduzione-giurata.html

      Ciao

      Excluir
  25. Vc tbm legalizou o documento com esse site? Vc precisou traduzir tbm a carteira de nutriçao ou a certidao de regularidade ja bastou?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse site de tradução serve somente pra fazer traduzione giurata, a legalização é feita no consulado. Não traduzi a carteirinha de nutrição. A certidão do CRN é suficiente.

      Excluir
  26. Ola Alice, desculpe perguntar algo que não é de sua área. Mas sou estudante de psicologia e pretendo me mudar para Itália. Vc saberia me informar se existe um conselho de classe igual do Brasil? Sabe me dizer o nome pq não consigo achar na internet.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jorge, é o Ordine degli Psicologi: http://www.psy.it/
      Cada região tem o seu, como no Brasil: https://www.ordpsicologier.it/home.php?Lang=it

      Excluir
  27. Olá Alice.Parabèns pelo site, muitas informações valiosas. Sou Enfermeiro , sou cidadão italiano também, e irei fazer o processo de reconhecimento de minha profissão, no Ministero della Salute em Roma.Já dei entrada pelo Consulado no Brasil, na solicitação da Declaração de Valor (Reconhecimento da profissão). Logo , com essa declaração em mãos , irei anexar junto aos outros documentos que o Ministèrio da Saúde pede.Porèm vem as dùvidas:
    -Posso solicitar tudo por aqui no Brasil (via correio)?
    -Aonde eles dizem cópias autenticadas, mesmo sendo cidão italiano , irei que autenticar , pois são docs emitidos fora da U.E.Posso autenticar por aqui ,via consulado ?Seria 16 euros (marca da bollo ) a cada 4 páginas por documento?
    -Quando eles se referem ao envio das cópias autenticadas , se refere apenas dos documentos em italiano? ou vou ter que enviar autenticada do documento em português tambèm?
    -Enviando tudo por aqui no Brasil , em qual momento eu terei que ir a Italia, para finalizar o processo?
    -A declaração de valor, eles pedem que enviem em original.Eles devolvem depois ? Pois para ter outra original tem que pagar no consulado ,uma taxa de cópia, que fica em torno de R$ 220,00.
    Sei que são muitas perguntas, e acredito que irá ajudar muito a mim e aos leitores desse excelente site.Obrigado pela atenção.
    Att, Luiz

    ResponderExcluir
  28. Olá Alice ,poderia responder a dúvida acima? tenho algumas dúvidas também .
    Obrigado

    ResponderExcluir