sábado, 11 de outubro de 2014

Back to School

Olá queridos leitores deste humilde blog que felizmente vem crescendo a cada dia. Devagar se vai ao longe, não é isso que dizem?

Escrevo para atualizar-los dos próximos passos da minha jornada italiana. Como eu ainda não postei nada sobre a conclusão do meu processo de reconhecimento da profissão vocês devem estar se perguntando se o mesmo chegou ao final ou não. Infelizmente a resposta é negativa. Desde janeiro/2014, quando saiu a decisão depois da análise dos meus documentos, ainda estou esperando a data da prova. Descobri uma colega nutricionista na mesma situação e nos mantemos atualizadas com relação a contatos do MInistério da Saúde italiano. Pra quem vem fazer esse tipo de processo eu aconselho uma grande paciência e um trabalho alternativo enquanto as coisas não se concluem.

Nesse meio tempo muita coisa aconteceu. Desde que dei entrada no processo enquanto fazia o Master di I Livello in Nutrizione e Dietetica in Nefrologia estou tendo a oportunidade de trabalhar como pesquisadora assistente na Universidade de Parma. Essa oportunidade fez crescer em mim a vontade de seguir a carreira de pesquisadora, não digo ainda de professora universitária, mas com certeza de pesquisadora, se essas duas coisas podem ser dissociadas eu ainda não sei, o que sei é que estou adorando. Não se animem, não sou contratada e muito menos bolsista, não posso trabalhar como nutricionista então as opções são realmente poucas para conseguir um dinheirinho.

Mas não estou aqui pra falar da minha situação financeira, estou aqui pra contar que por causa deste trabalho resolvi voltar pra universidade e fazer meu mestrado, que aqui na Itália corresponde a laurea magistrale e dura 2 anos. O nome da laurea é Scienze dell'alimentazione e nutrizione umana e começou oficialmente na semana passada. O curso não tem obrigação de frequência, então posso estudar em casa e só ir fazer as provas, o que me ajuda muito pois o curso é em Milão e eu moro em Parma.

São 120 creditos formativos (CFU), os exames são divididos em apelos e normalmente são 5 apelos ao longo do ano acadêmico, o estudante não é obrigado a fazer o exame no primeiro apelo, pode escolher entre as dadas disponíveis. Os exames podem ser orais ou escritos, os italianos são acostumadíssimos em fazer exames orais, pra mim parece um terror, hahaha.

De qualquer forma, sempre que possível vou atualizá-los com relação ao curso. Para quem se interessar, aqui encontrará as informações sobre este curso. Como aqui na Itália nós nutricionistas formadas no Brasil conseguimos o reconhecimento da profissão de Dietista, não precisamos fazer o test di ammissione antes de podermos nos matricular no curso.

Um abraço a todos.

In boca al lupo

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Certidões argentinas no meu processo, e agora?

Desde que criei o blog, algumas pessoas têm me pedido ajuda com o processo delas, seja para esclarecer dúvidas como para conseguir certidões. Hoje vou contar pra vocês a história de uma amiga muito querida que pediu minha ajuda com os documentos dela, que estão divididos em 2 países, Brasil e Argentina. Se esse também é o seu caso e você está completamente perdid@ e não sabe o que fazer, esse post é pra você.

A figura abaixo mostra a árvore genealógica da minha amiga de forma reduzida, ilustro somente a linha principal que vai até ela e a sua irmã.


Como vocês podem ver ela tem a avó italiana que casou na Argentina e teve o pai dela, que depois se mudou pro Brasil. No Brasil ele "casou" (não oficialmente) e teve ela e a irmã. Como fica a documentação pro processo de cidadania italiana da minha amiga?

Os documentos são os mesmos, mas são conseguidos de maneira diferente porque o procedimento na Argentina é outro:

Documentos avó italiana:
1. Certidão de nascimento italiana: deve ser apostillada* na Prefettura da província italiana porque será utilizada para conseguir o Certificado de no ciudadano argentino (tem o mesmo valor da CNN brasileira)
2. Certidão de casamento na Argentina: Tem que ser apostillada* na argentina
3, Certificado de no ciudadano argentino: é o equivalente da nossa CNN e o passo a passo você encontra neste arquivo, também deverá ser apostillado*.

Documentos pai argentino:
1. Certidão de nascimento argentina: deverá ser apostillada*
2. CNN brasileira: segue os passos normais de legalização no Brasil

Documentos filhas brasileiras:
1. Certidão de nascimento em inteiro-teor que comprova que o pai foi declarante na certidão de nascimento pois não era casado oficialmente com a mãe: também segue os procedimentos normais de legalização no Brasil.

Vocês devem estar se perguntando o que raios é esse "apostillar" que eu escrevi tantas vezes e coloquei um * na frente. A "apostille" é uma forma de legalização simplificada utilizada pelos países que assinaram a convenção de Haia. Na Argentina é feita no Ministério das Relações Exteriores, em Buenos Aires (site).

ATENÇÃO!! Somente os documentos públicos se encaixam no Apostille, respectivas traduções devem ser legalizadas no consulado italiano na Argentina, então acaba dando na mesma, por isso sugeri pra minha amiga que traduzisse os documentos argentinos na Itália para evitar mais filas de legalização, já basta a do Brasil.

Com todos os documentos em mãos ela tem que legalizar a CNN do pai e a certidão de nascimento dela no consulado italiano no Brasil, mas tem que levar todos os documentos prontos para o consulado conferir.

Acho que o principal do processo é esse, quem tiver mais dúvidas ou informações mais recentes é só me escrever.

Abraços.

*********************Atualização**************************************************

19/05/2017

Adiciono uma informação que foi compartilhada nos comentários caso seja de interesse para mais pessoas.
Para quem deve solicitar certidões na província de Buenos Aires, entrem neste site: http://www.gob.gba.gov.ar/portal/registro/partidas.php aparentemente é possível solicitar do exterior.

Boa sorte!!

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Novas taxas para a cidadania e passaporte

Olá pessoal, tem um vídeo muito bom do Walter Petruzzielo no canal da revista Insieme no youtube que explica bem como vai funcionar a nova taxa da cidadania nos consulados italianos e a alteração da taxa para fazer o passaporte.
Segue o vídeo:


Resumindo:
- Quando chegar a sua vez na fila você tem que mostrar o recibo de pagamento dos 300 euros
- Essa taxa vale também pra quem já está na fila
- Aumentou a taxa do passaporte, mas não é mais necessário pagar uma outra taxa anual e isso vale para todos, não importa se seu passaporte foi emitido na Itália, na China ou no Brasil e vale inclusive para quem já tem o passaporte.

Abraços!!

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Denúncia mal funcionamento agendamento online Cons São Paulo

Caros seguidores do blog, se vocês leram o meu post sobre a alteração no agendamento para legalizações vocês já sabem que agora os agendamentos devem ser feitos via e-mail. O problema é que mesmo com pedido de agendamento via e-mail a resposta para agendamentos com o Consulado de São Paulo é que não existem vagas disponíveis e novamente eles estão vetando ao interessado o acesso ao serviço.

Minha irmã já enviou uns 3 pedidos de agendamento e além de não responderem em 3 dias úteis como informam no site deles o chat agora é pago, R$5,00 por 3 minutos de chat. Há duas semanas quando eu escrevi o post era grátis. Então se você quer saber como vai o seu pedido de agendamento que não obteve resposta ainda, ou questionar a ausência de vagas tem que pagar R$5,00 e muito provavelmente vão dizer que é o consulado o responsável pelas vagas e novamente o usuário foi abandonado pelo consulado.

Depois da ação no TAR no final de 2011 parecia que o Consulado de São Paulo respeitaria mais seus usuários, ledo engano.

Pensaremos em uma solução.

Boa sorte a todos.


terça-feira, 1 de abril de 2014

Histórias de cidadania

Olá pessoal, hoje gostaria de convidar vocês que acompanham o blog mesmo quando ele está parado para participar de uma sessão nova que eu to criando chamada "Histórias de cidadania".

Como eu fiz o meu processo em 2012 e não trabalho com isso eu acabo ficando meio desatualizada sobre possíveis alterações nas legislações, burocracias e preços. Então, eu pensei que se cada um compartilhasse suas histórias e experiências seria mais interessante e útil para as pessoas que ainda estão começando o processo e estão procurando informações confiáveis.

Seria interessante colocar neste relato datas, prazos, preços, comuni, legalizações, problemas, vantagens, como foi tratado etc. Tudo muito bem explicado pra ficar claro pro pessoal que está lendo.

Quem sabe depois desta iniciativa mais pessoas se sintam confiantes para fazer o processo sozinhas?

Então fica o convite, você que fez seu processo de cidadania sozinho aqui na Itália me envie a sua história que eu publico aqui no blog.

Meu e-mail: alice.sabatino86@gmail.com

Bacione a tutti!!

segunda-feira, 24 de março de 2014

Atualização: Legalização de certidões

Olá pessoal, desculpem o sumiço, tenho algumas coisas pra contar pra vocês e vou começar com a famigerada legalização das certidões.

A minha irmã está tentando agendar a legalização dela, mas ainda não conseguiu. Entrei no site do consulado e encontramos a seguinte informação, de maio 2013.

Entrei no site informado (info.Itbra@vfshelpline.com) e vi que o custo do atendimento do numero de São Paulo para falar com um consultor é de R$ 30,00 por chamada. Não, eu não coloquei um 0 a mais (segundo eles o valor é em benefício da própria agência, não vai para os conulados).

Como chat é gratuito eu resolvi conversar com um consultor para saber mais informações e eis que ele me responde:


Ou seja a informação no site do consulado está errada e muito provavelmente as pessoas estão tentando ligar no número de São Paulo e estão gastando R$ 30,00 a toa.
Na conversa, ele me informou também que o tempo de espera para eles responderem o e-mail é de 3 dias úteis e que eles não tem como dar uma noção de data via chat porque é o consulado que disponibiliza as datas.

Os dados para enviar o e-mail são esses:


Se alguém já conseguiu agendar por este sistema está convidado a compartilhar a experiência nos comentários.

Abraccio a tutti.